Destaques

TituloFafe celebrou o 47º aniversário da Revolução dos Cravos
Data2021-04-26 00:00:00 +0100
Sub-título
Descrição

Fafe assinalou os 47 anos de Liberdade em Portugal com uma cerimónia no Teatro Cinema, que cumpriu todas as orientações da Direção-Geral de Saúde.

As comemorações iniciaram, como habitual, com o Hastear da Bandeira nos Paços do Concelho, com a presença de alguns membros do Agrupamento de Escuteiros de Antime.

Na Avenida do Brasil, junto ao monumento de homenagem aos combatentes da Guerra Colonial, que perpetua a memória dos jovens fafenses que perderam a vida na guerra colonial, foi evocada a memória de todos quantos participaram no conflito que durou 13 anos.

As intervenções iniciaram com o Presidente da Assembleia Municipal, Dr. José Ribeiro, seguido dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal, concretamente, pelo Centro Democrático Social/Partido Popular (CDS/PP), interveio João Pinto de Campelos, pelo Partido Social-democrata, interveio Rui Novais da Silva, pelo Movimento “Fafe Sempre” interveio Filipa Faria , e pelo Partido Socialista, Luís Alberto Pereira.

O Presidente da Câmara, Raul Cunha, encerrou a sessão enaltecendo a importância desta data para o passado, presente e futuro do país “Celebrar Abril é, antes de mais, recordar e homenagear o Movimento das Forças Armadas que nesse dia derrubou o regime existente e instaurou a liberdade, a democracia, lançou o processo de descolonização e de desenvolvimento social e económico do nosso país.

Celebrar Abril é, por isso, celebrar e promover a defesa dos direitos humanos, da liberdade, da democracia e do desenvolvimento.”

O Autarca referiu-se ainda aos tempos atuais e aos desafios desta pandemia.

Cumprir Abril no dia de Hoje é também cuidar da saúde de todos nós, combatendo esta Pandemia e garantindo uma recuperação robusta e o mais rapidamente possível.

As medidas que são necessárias tomar para impedir a propagação da doença têm um forte impacto económico, principalmente em alguns setores, em especial aqueles ligados ao comércio, à cultura e ao turismo."

Reportando-se ao PRR e ao Quadro de Apoio 2030, salientou que "Temos ao nosso dispor uma oportunidade única para, utilizando bem os instrumentos existentes, refiro-me ao PRR, bem como ao quadro de apoio 20/30, conseguirmos uma década de crescimento e desenvolvimento sem precedentes, que nos retire da “cauda da Europa” em termos de rendimentos dos nossos cidadãos.

Temos portanto de agarrar esta oportunidade com toda a energia e empenho, não nos dispersando em guerras ou questiúnculas menores para nos concentrarmos coletivamente em preparar os projetos que nos permitam dizer presente."

 Afirmou que "Em conjunto com o dinamismo e espírito empreendedor dos fafenses em geral e dos empresários fafenses em particular, saberemos aproveitar bem esta oportunidade. O tempo urge, mas há sempre espaço para acolhermos ideias e propostas que nos queiram fazer chegar. "

Terminou afirmando "com a firme certeza que, sem ódios, em harmonia, seremos capazes de continuar a construir Abril em Fafe."


 

Powered by: TextoVirtual.com