Destaques

TituloFafe assinala Proclamação da República com Conferência “Em nome do Povo – Revolução, Justiça e Lei”
Data2021-10-06 00:00:00 +0100
Sub-título
Descrição

O Município de Fafe comemorou o 111º aniversário da Proclamação da República, com a Conferência “Em nome do Povo – Revolução, Justiça e Lei”.

As comemorações arrancaram com a Alvorada de Morteiros, seguindo-se o Hastear da Bandeira no edifício dos Paços do Concelho, com o desfile da Fanfarra dos Escuteiros de Antime. Na ocasião, a Orquestra de Fafe interpretou o Hino Nacional.

No Teatro Cinema de Fafe, decorreu a Conferência Em nome do Povo – Revolução, Justiça e Lei que contou com a participação do Professor Doutor Laborinho Lúcio (Juiz Conselheiro Jubilado do Supremo Tribunal de Justiça; doutor Honoris Causa em Ciências da Educação pela Universidade do Minho e membro eleito da Academia Internacional da Cultura Portuguesa), do Professor Doutor José Carlos Miranda (Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais de Braga da Universidade Católica Portuguesa e Investigador do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL)) e da Professora Doutora Micaela Ramon (Professora Auxiliar do Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho e investigadora do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM)). A mesa redonda foi moderada pela Dra. Maria de la Salete Anjos, Jurista e Inspetora no Núcleo de Investigação Criminal da Segurança Social.

Esta atividade faz parte do Ciclo de Conferências “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”, uma iniciativa incluída no projeto âncora “PA2. Touring Cultural – Identidade Cultural do Minho”, que está a ser desenvolvida pelo Consórcio Minho Inovação, que integra as três Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado e Ave.

Para estas conferências são convidadas personalidades académicas com trabalho de investigação de grande relevo na área em análise – Identidade Cultural do Minho. A organização pretende, além de fornecer aos participantes os conteúdos sobre os temas propostos, promover para uma experiência identitária do território, através da dinamização de um momento cultural ligado a cada uma das conferências.

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha, explicou na ocasião que "este Ciclo de Conferências, que tem vindo a percorrer os 24 municípios do Minho, visa valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar.

A conferência de hoje tem como tema “Em nome do Povo - Revolução, Justiça e Lei ", pretende construir um momento de reflexão sobre a Justiça enquanto valor universal e desejo partilhado por todo o ser humano que desde a Antiguidade Clássica é representada na iconografia como figura feminina, de olhos vendados e balança aprumada."

As comemorações incluíram também, este ano, uma Corrida de Cavalos a Passo Travado na Rua Ângelo Medon.

 

Powered by: TextoVirtual.com