Destaques

Título Crianças de IPSS têm primeira aula de canoagem com tricampeão do mundo em Fafe
Imagem_458_01
Data de Publicação 2014-11-18 00:00:00 +0000
Sub-título Programa será alargado a instituições e alunos de escalões mais desfavorecidos
Descrição

Crianças de IPSS e alunos de escalões mais desfavorecidos têm, este fim-de-semana, a sua primeira aula de canoagem e contacto com este desporto com o tricampeão do mundo de Caiaque Extremo, o atleta francês Eric Deguil.

O canoísta está presente em Fafe, este fim de semana, a propósito da implementação de um protocolo inédito com o Município de Fafe que pretende incentivar o contacto de dezenas de crianças mais desfavorecidas com este desporto aquático e no âmbito do aniversário do Clube Náutico

Ao todo podem beneficiar desta experiencia “radical”, numa primeira fase, mais de uma centena de crianças do 4º ano de escolaridade do ensino público com escalão A, da Segurança Social e ainda crianças institucionalizadas e de associações locais.

As primeiras aulas são dadas pelo tricampeão do mundo e depois asseguradas pelo clube local, Eric Deguil, amante da natureza cirurgião de árvores de profissão, num município francês é conhecido por “Capacete Rosa” ou “Máquina”, e membro do PEK (pirinéus Extrem Kayak).

Refira-se que o canoísta é uma referência mundial da disciplina, já venceu por três vezes o mundial de Caiaque Extremo, em 2011, 2012 e 2014. Em 2013 foi vice-campeão da competição.

Deguil começou bem cedo no mundo da canoagem, nos rios Cévennes. No seu percurso enquanto canoísta, para além dos três prémios de campeão do mundo de Caiaque Extremo e de um de vice-campeão, Erica Deguil foi vencedor da Taça da Europa de Caiaque Extremo (AWP), em 2013 e campeão de França em 2011, em descida C2.

A promoção do desporto e da prática desportiva é uma das prioridades do executivo e, nesse sentido, aproveitando as potencialidades da Barragem de Queimadela, considera que este é uma modalidade pode e deve ser promovida junto dos mais novos.

Para o presidente da câmara municipal, Raul Cunha, a prática desportiva deve ser incutida desde cedo nas crianças e a autarquia tem como função criar condições para que todos possam praticar desporto e se a isto conseguirmos associar a vertente social então temos um projeto positivo.

“Na atual sociedade, sabemos que, cada vez mais, se apela à prática desportiva, principalmente por questões de saúde. Este executivo, desde sempre, apostou forte nesta área, por um lado, porque o concelho tem uma forte tradição na área desportiva e, por outro, porque o desporto é, sem dúvida, um motor no desenvolvimento das crianças. Paralelamente e muito importante e até decisiva é a questão social, uma vez que vai permitir a crianças  mais desfavorecidas terem experiencias únicas”.

De resto, esta é também uma opinião partilhada pelo vereador da educação, Pompeu Martins, que salienta que “Esta é uma iniciativa que nos preenche. Associar educação, vertente social, com a promoção deste desporto no concelho estamos, por um lado, a incentivar os mais novos a fazerem desporto e, por outro, a promover uma das nossas mais-valias, a nossa barragem de queimadela, que tem sido alvo de diversos melhoramentos e cuja beleza natural é uma mais valia para o concelho”.

A partir de agora, as crianças do 4º ano de escolaridade do 4º ano do ensino público, com escalão A da Segurança Social e as crianças institucionalizadas vão poder beneficiar desta experiencia “radical”, com aulas dadas pelo tricampeão do mundo Eric Deguil, e depois asseguradas pelo clube local que assumiu com o município essa vontade.

Do lado do Clube Náutico, o presidente do clube, explica que com este protocolo se pretende dar uma resposta social, junto das crianças do concelho. Leonel Castro salienta que esta iniciativa, realizada por altura das comemorações dos 20 anos do clube, é a “cereja em cima do bolo”.

“Para assinalar o aniversário, temos previsto várias iniciativas a realizar durante o ano. ‘20 anos, 20 iniciativas’ é o lema para celebrar o nosso aniversário. Começamos com esta, que resulta de um protocolo com a câmara, um protocolo, na nossa opinião, que é de extrema importância porque vem dar uma resposta às crianças e jovens que passam dificuldades, é mais uma forma de lhes dar esperança num futuro melhor”, explica.

Documentos
Imagens
Powered by: TextoVirtual.com