Destaques

TítuloMunicípio de Fafe terá Equipa de Mediação Intercultural
810 8997a
Data de Publicação2019-06-26 00:00:00 +0100
Sub-títuloProjeto prevê melhor integração da comunidade cigana
Descrição

O Município de Fafe apresentou, ontem, o Projeto 'Trilhos Interculturais', que integra uma equipa de mediadores municipais e interculturais junto da comunidade cigana do concelho. Assenta, por um lado, numa lógica de mediação intercultural como estratégia potenciadora da integração das populações desta comunidade, facilitando o seu acesso à educação, sucesso escolar, empregabilidade e compromisso com a saúde e, por outro lado, no aprofundamento do diálogo intercultural entre esta comunidade e a restante comunidade fafense.

Este projeto terá como principal área de ação, o Bairro da Cumieira, onde se pretende promover a integração da comunidade cigana residente no concelho, com base numa ação multidimensional e interinstitucional, assente em estratégias e ações promotoras da interculturalidade e na participação cívica, geradora de uma igualdade de oportunidades e coesão social no território.

Em parceria com a Sol do Ave, o Município de Fafe pretende, de acordo com Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, que  sejam partilhadas experiências, opiniões com a comunidade cigana que, muitas vezes, é desvalorizada devido ao desconhecimento existente sobre as suas tradições.

Em Fafe, o Bairo da Cumieira é o espaço onde está localizada um maior número de pessoas da comunidade cigana. O Município está a realizar a recuperação deste espaço, um dos grandes projetos que estamos a desenvolver, sendo certo que pretendemos complementar a operação de reabilitação física do Bairro, com intervenções de caráter imaterial nomeadamente através da continuidade do 'Projeto Ei! – Educação para a Inclusão', um projeto implementado no Bairro da Cumieira junto de crianças e jovens, bem com o desenvolvimento deste novo projeto “Trilhos Interculturais”, dirigido à comunidade cigana. Todos estes projetos potenciam a integração social da população carenciada e o combate às suas principais vulnerabilidades, nomeadamente a pobreza e o desemprego.

O objetivo é potenciar um trabalho com toda a comunidade desenvolvendo as suas capacidades, trabalhando numa intervenção multidiscplinar.

Estamos muito satisfeitos por vermos o nosso concelho entre os 12 portugueses que terá uma equipa tão importante como esta.

Os 'Trilhos Interculturais' pretendem criar uma rede de trabalho que atue no sentido da criação de práticas integradas favoráveis à integração da comunidade cigana; vão contribuir para o acesso à educação, sucesso escolar e prosseguimento dos estudos entre as crianças e jovens e facilitar o acesso aos serviços institucionais diversos, através de estratégias de mediação da sensibilização dos respetivos profissionais e desconstrução de preconceitos e estereótipos.

O projeto anunciado, em Março, pelo Gabinete da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, vai desenvolver ações em diversas áreas, desde a educação, saúde, cidadania e emprego, tem a duração de três anos e será financiado com 3,5 milhões de euros de verbas públicas.

A par de Fafe, 11 municípios portugueses dispõem também destas equipas de Mediação Intercultural. 
Imagens
Powered by: TextoVirtual.com