Destaques

Título Câmara Municipal de Fafe aprova Orçamento para 2018
Cmf
Data de Publicação 2017-12-13 00:00:00 +0000
Sub-título Orçamento de 38 milhões e meio de euros continua investimento estrutural definido para o concelho
Descrição

Apoios Sociais, Obras e Novos Equipamentos são as grandes apostas

 

Foi aprovado, em reunião de câmara, o Orçamento do Município de Fafe para 2018. O documento que define as grandes linhas de orientação do próximo ano registou quatro abstenções do Movimento Fafe Sempre e um voto contra da Coligação Unidos a Fafe.

 

No valor total de 38,5 milhões de euros, dos quais 16,3 milhões de euros respeitam a investimentos, mantendo uma forte aposta em projetos com apoios comunitários.

Este Orçamento vai permitir que em 2018 se continue a desenvolver políticas de apoio aos Fafenses que se encontram em maiores dificuldades e carências, assim como manterá as medidas de proximidade e descentralização com as Juntas de Freguesia, Associações e coletividades locais.

 

Este é um Orçamento que representa a continuidade das Grandes Opções e Planos aprovadas em 2017. No próximo ano, o Município de Fafe dará seguimento às obras estruturantes e com forte impacto para a comunidade, iniciadas este ano, como é exemplo da renovação e requalificação da Escola Secundária de Fafe e do Centro Educativo Carlos Teixeira, a construção do Nó de acesso à Z1 de Arões/Golães, a requalificação do Bairro da Cumeira, a regeneração urbana da cidade de Fafe e a construção do novo canil municipal.

 

Neste orçamento estão também previstas, entre outras empreitadas, a conclusão da Estrada de Antime / Silvares S. Clemente, da Estrada de Passos, bem como do Largo 1º de Dezembro e da nova artéria da cidade, a Rua Ângelo Medon (por trás do edifício da Indaqua).

 

Este orçamento permite ainda a continuação dos trabalhos com vista à criação da Zona Industrial de Regadas e perspectiva o início das obras de construção do Nó de acesso à Zona Industrial de Arões / Golães. Também a Zona Industrial do Socorro será requalificada, no que ao estacionamento, trânsito, sinalização e construção de passeios diz respeito.

 

Previsto está também, dando continuidade à obra executada no mandato anterior, o alargamento da rede de água e saneamento, a melhoria do Parque da Cidade, a requalificação da Praça 25 de Abril e dos Passeios da Avenida do Brasil.

 

Continuar-se-á a dar a maior atenção às questões sociais, procurando ter sempre disponíveis as ferramentas e meios necessários para ajudar as famílias com maiores dificuldades e carências. Os programas de apoios social mantêm-se, procurando dar resposta à crescente procura. Também os centros de convívio terão o apoio necessário ao seu funcionamento, projectando-se a instalação de novos centros.

 

O Orçamento para 2018 contempla ainda a renovação dos meios de transporte de alunos das freguesias e a requalificação, já há tanto aguardada, do Centro Coordenador de Transportes (central de camionagem de Fafe).

 

A modernização administrativa da Câmara Municipal e sua progressiva informatização será também uma preocupação a ter em linha de conta, com vista ao melhoramento do seu funcionamento e, desse modo, prestar um melhor serviço aos cidadãos.

 

O Orçamento de 2018 contempla também uma política que busca manter o equilíbrio económico e financeiro do Município. A Autarquia mantém, em termos de política fiscal, a redução/devolução de 2% do IRS aos fafenses.

 

A promoção turística e cultural mantém-se como forte aposta no próximo ano, com o incremento de iniciativas e eventos que projectem a marca Fafe, tragam mais visitantes a Fafe e dinamizem a economia local.

 

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, considera que este é um Orçamento “bem estruturado, adaptado às necessidades de Fafe e que permitirá o desenvolvimento sustentável do concelho e colocará nas pessoas e nas políticas sociais a grande prioridade.

 

Este, que é o primeiro orçamento do segundo mandato, será fortemente marcado pela execução de projectos aprovados e contratualizados no mandato anterior. Estamos empenhados em dar continuidade a obras já iniciadas e projectar outras, também elas necessárias.

 

Os apoios sociais continuarão a ser uma prioridade no próximo ano, garantindo todo o apoio necessário às famílias mais carenciadas do concelho. Manteremos as medidas de combate ao desemprego, promovendo um ambiente propício para a captação de investimento e a criação de postos de trabalho.”

 

O rigor, a eficiência e o compromisso em prol do bem-estar dos fafenses continuam a predominar na essência da gestão municipal de Fafe para o próximo ano. Será assim possível concretizar obras de grande envergadura que contribuirão, de forma significativa, para a dinamização da economia local, o reforço da coesão social e melhoria da qualidade de vida da população”, acrescentou o autarca.

 

 

Imagens
Powered by: TextoVirtual.com