Destaques

Título António Guterres fala sobre refugiados em Fafe
Imagem_992_0004
Data de Publicação 2016-04-08 00:00:00 +0100
Sub-título Candidato a secretário-geral das Nações Unidas homenageado no âmbito do Terra Justa
Descrição

“Negócio dos traficantes de refugiados é um negócio fabuloso”. A declaração de António Guterres foi feita, esta manhã, durante uma Conversa de Café, no café Arcada, em Fafe.

Subordinada ao tema “Uma ca(u)sa para o mundo”, o candidato a secretário-geral das Nações Unidas ONU, enalteceu a decisão da autarquia fafense em chamar à discussão um tema tão abrangente e importante para a sociedade.

Guterres alertou para o facto da Europa e o mundo estarem a presenciar uma tragédia sem fim à vista.

“Estamos perante uma tragédia para a qual não se vislumbra uma solução, pelo menos para já. O sofrimento dos migrantes aumenta a cada dia, pela falta de soluções para a sua condição humana. Por isso, urge respeitarmos estas pessoas, principalmente o nosso país, um país tradicionalmente ligado à emigração”.

Perante um café repleto de curiosos, António Guterres defendeu ainda que estas pessoas têm como objetivo regressar à sua terra natal e que o que “falta é cooperação internacional no que respeita a este problema”.

“Ninguém imagina o que estas pessoas sofrem nas mãos dos traficantes e, por isso, a Europa não pode ficar indiferente a essa situação e deve criar condições para ajudá-las. É necessário ter uma grande capacidade para receber estas pessoas com dignidade”.

Na ocasião, o antigo chefe do governo e ex-Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), admitiu que o mundo “está perante uma tragédia, para a qual não se vislumbra uma solução aceitável”.

Documentos
Imagens
Powered by: TextoVirtual.com