Destaques

Título Tempestade Ana: Balanço Protecção Civil do Município de Fafe
Novo-logo_protecao-civil
Data de Publicação 2017-12-14 00:00:00 +0000
Sub-título Mais de 50 ocorrências nenhuma vítima a registar
Descrição

De acordo com Serviço de Protecção Civil do Município de Fafe, a tempestade Ana, que assolou o país no passado fim de semana, registou, em Fafe, mais de 50 ocorrências, das quais se destacam 21 queda de árvores, duas inundações, sete movimentos de massas e deslizamentos de terras e pedras, duas abatimentos de pavimentos e duas quedas de muro. Registou-se ainda cinco avarias/danos em infraestruturas eléctricas e de telecomunicações, uma afectação de estrutura, um veículo atolado e três desobstrução de sarjetas. Registou-se ainda vários casos, onde foi necessária a limpeza e remoção de objectos das vias.

Não houve registo de vítimas resultantes da passagem da tempestade.

 

Durante o período mais crítico da tempestade, foi activada uma sala de crise e implementado um Posto de Comando Operacional no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Fafe, entre as 21h30 do dia 10 e as 02h00 do dia 11 de Dezembro, permitindo, assim, a monitorização e acompanhamento de todas as ocorrências e a articulação com as diferentes entidades e agentes de protecção civil envolvidos.

 

Na resposta às ocorrências registadas e à reposição da normalidade, intervieram o Serviço Municipal de Protecção Civil, o Corpo de Bombeiros Voluntários de Fafe, a Policia Municipal, a Guarda Nacional Republicana, as Unidades Orgânicas do Município (Divisão de Conservação e Ambiente, Divisão de Obras Municipais, entre outras), as Juntas/Uniões de Freguesia, a EDP, a Portugal Telecom/Altice e as Infraestruturas de Portugal.

 

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, referiu que “apesar do número elevado de ocorrências registado, o balanço final é bastante positivo que só foi possível com a colaboração e empenho dos diferentes agentes de Protecção Civil e entidades envolvidas na resposta às diferentes ocorrências e na reposição da normalidade.”

 

Imagens
Powered by: TextoVirtual.com