Destaques

Título Câmara de Fafe inaugura Exposição de Fotografia 'Património Religioso: o Românico em Fafe'
Dsa_6734a
Data de Publicação 2017-12-20 00:00:00 +0000
Sub-título Município lança também Roteiro dedicado ao ‘Património Religioso’ no concelho
Descrição

Foi inaugurada, ontem, a Exposição de Fotografia ‘Património Religioso – Memória e Identidade: O Românico em Fafe’.

No Arquivo Municipal, até 31 de Janeiro, vão estar em exposição 41 fotografias que revelam os Vestígios Românicos no Património Religioso do concelho de Fafe.

A Iniciativa deu mote também para o lançamento do "Roteiro do Património Religioso: memória e identidade", no qual se pretende apresentar todas as igrejas e capelas do concelho de Fafe, ao longo de vários fascículos que se desenvolverão em torno de diferentes temáticas.

O primeiro fascículo apresentado debruça-se sobre os Vestígios Românicos em Fafe. O cunho do Românico em Fafe destaca-se, com particular importância, na arquitectura religiosa do concelho. Este estilo arquitectónico pode observar-se, com mais ou menos evidência, num variado número de templos dispersos um pouco por todo o território concelhio. As Igrejas paroquiais de Arões (S. Romão), S. Gens, Matriz de Fafe, Travassós, Serafão, Fareja, Ribeiros, Antime e ainda, a Capela de S. João Latrão, em Aboim, são os templos abordados neste primeiro fascículo.

Pompeu Martins, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Fafe, aproveitou a ocasião para explicar que “nesta exposição e neste primeiro fascículo colocamos a atenção sobre os vestígios do Românico no património religioso de Fafe. No futuro, avancaremos com outros fascículos. O próximo debreçar-se-á nos vestígios do Barroco em Fafe. “

A nossa intenção é chamar a atenção para os cidadãos de uma série de aspectos do património cultural edificado que existe no concelho e, muitas vezes, nos passa ao lado. Esta é uma forma interessante de mostrar aos fafenses aquilo que é o seu próprio património e, depois, claro, a quem nos visita.”

A exposição está patente no Arquivo Municipal até dia 31 de Janeiro e a entrada é livre, sendo que, posteriormente, passará pelas freguesias contempladas.

 

Imagens
Powered by: TextoVirtual.com