Destaques

Título Fafe comemora 25 de Abril com oração pela paz
Imagem_1011_0001
Data de Publicação 2016-04-24 00:00:00 +0100
Sub-título Comunidade Islâmica e Católica reunidas no mesmo momento
Descrição

Amanhã, segunda-feira, Fafe celebra a liberdade com uma oração pela paz, marcada para as 10h30, na sequência de uma cerimónia de homenagem aos combatentes da Guerra Colonial, que acontecerá na Avenida do Brasil, junto ao monumento dedicado aos militares.

Esta atividade é uma das que integram as comemorações do 42º aniversário do 25 de Abril, que ganha particular relevo na cidade onde recentemente decorreu, de 5 a 9 de Abril, o II Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade – Terra Justa.

A oração pela paz reunirá o Sheik David Munir, líder da Mesquita Islâmica Central de Lisboa, e o Padre Pedro Daniel, da Igreja Católica de Fafe.

A oração será feita em árabe e em português.

Sendo Fafe um concelho ligado à discussão das maiores problemáticas mundiais e nacionais que marcam os valores da Humanidade, faz todo o sentido que, em nome desse bem maior, em nome da solidariedade com o outro, se junte, no mesmo momento duas individualidades de dois credos diferentes, mas com objetivos comuns.

Pretende-se que este seja um momento que, tal como o “Terra Justa”, provoque e alerte as pessoas para as causas e valores da Humanidade, realçando a necessidade de união entre os povos, da igualdade na diferença.

Mais do que uma oração pela paz, realizar-se-á em Fafe um apelo à cessação de conflitos, ao entendimento e à concertação, à coabitação pacífica de crenças e religiões.

Presidida pelo Presidente do Município, Raul Cunha, a cerimónia contará ainda com a presença do restante executivo da Câmara Municipal, Presidente da Assembleia Municipal, representante da Associação 25 de Abril, Presidente da Delegação de Fafe da Associação Portuguesa dos Veteranos de Guerra e representante do Centro de Trabalho de Fafe dos Rangers, além das individualidades ligadas à religião já referidas.

Raul Cunha vê a oração pela paz “como um momento que se pretende de reflexão acerca dos conflitos atuais que se registam em todo o mundo e que têm a sua origem, muitas vezes, em divergências ligadas à crença religiosa.

Juntos ganhamos força e é essa a mensagem que queremos transmitir. Tem de haver, acima de tudo, respeito pelas diversas religiões e pelas diferenças que caracterizam uma sociedade e a enriquecem até.”

As comemorações do 25 de Abril têm continuidade às 11h00, com uma sessão solene evocativa da efeméride, que será realizada no Teatro Cinema de Fafe e contará com diferentes intervenções.

Documentos
Imagens
Powered by: TextoVirtual.com