Destaques

Título 3ª Edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE decorreu no Auditório Municipal de Fafe
Imagem_1029_0001
Data de Publicação 2016-05-09 00:00:00 +0100
Sub-título Mais de 100 alunos assistiram à Final Municipal
Descrição

Decorreu, hoje, no Auditório da Câmara Municipal de Fafe, a Final Municipal da 3ª Edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE, cujo vencedor foi o projeto LifePath.

Da autoria de Daniel Teixeira, Miguel Alves e Rui Gonçalves, LifePath diz respeito a uma inovação relativa às placas de saída de emergência, com recurso a lasers e sensores, que indicam a saída mais segura aos utilizadores de um edifício, em caso de incêndio. O sistema pensado projeta setas nas paredes que substituem as tradicionais placas de saída de emergência.

O encontro, que reuniu mais de 100 alunos da Escola Profissional de Fafe, contou a abertura por Pompeu Martins, Vereador da Cultura de Fafe, por Gabriel Pontes, Secretário Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave, e por Joana Oliveira, representante da Geslearning.

Resultante de uma parceria entre o Município de Fafe e a CIM do Ave, envolvendo todos os Municípios que compõe a Comunidade, o Concurso de Escolas Empreendedoras conta com uma sessão de apresentação por cada concelho, tendo sido apresentados hoje em Fafe quatro projetos.

A sessão contou ainda com a presença de Vera Lima, da empresa Vinhos Norte, que falou sobre a criação do negócio familiar até à sua estruturação e implantação no mercado.

Os quatro projetos apresentados pelos alunos da Escola Profissional de Fafe (LifePath, Bright Handle – relativo a um puxador de porta luminoso, Safe Pick – correspondente a um suporte para palhetas que se coloca na guitarra através de ventosas, e On Time Life Data – uma caixa com sensores para medição dos sinais vitais que transmite informação ao 112 em tempo real) foram avaliados por um júri composto por Ana Preciosa, da Câmara Municipal de Fafe, Venina Rodrigues, da CIM do Ave, Joana Oliveira, da Geslearning, e Luís Carvalho, da Associação Empresarial de Fafe.

A avaliação foi feita segundo um conjunto de critérios, entre os quais o grau de inovação, a exequibilidade, o impacto na CIM do Ave, a estruturação da ideia e seu desenvolvimento.

Pompeu Martins agradeceu a presença de todos os alunos da Escola Profissional de Fafe.

“Esta sala cheia só pode ser um bom sinal, revelando o interesse dos alunos e solidariedade dos colegas para com quem hoje apresenta aqui o seu projeto, na Final Municipal. É com muito gosto que a Câmara recebe esta iniciativa.

Esta é uma atividade com lugar em contexto educativo e tem contribuído, como outras, para que haja melhores resultados educativos na CIM do Ave. Falamos de projetos que nos beneficiam a todos e que nos têm permitido chegar a lugares onde nunca pensámos chegar, com uma boa cooperação intermunicipal.

O Concurso de Escolas Empreendedoras promove a capacidade criativa e inventiva dos alunos.”

Gabriel Pontes, da CIM do Ave, reconheceu “a excelência das ideias apresentadas”, admitindo a difícil tarefa do júri. “Encaramos o desafio empreendedor como algo estratégico para a Comunidade e por isso apelo a todos que nunca desistam, antes persistam.”

A Final Intermunicipal realizar-se-á no próximo dia 2 de Junho, em Fafe. Os alunos do projeto vencedor mostraram-se muito satisfeitos com o resultado.

Rui Gonçalves, do grupo vencedor, admitiu que “não estava à espera do resultado, até porque todos os projetos eram muito bons.”

Powered by: TextoVirtual.com